Ir direto para menu de acessibilidade.
Brasil – Governo Federal | Acesso à informação
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

ESTUDO DO LABEAM COMPROVA QUE PLANTIO DE CUMARÚ TRAZ BENEFÍCIOS PARA A QUALIDADE DO SOLO NO MUNICÍPIO DE ÓBIDOS

  • Publicado: Sexta, 08 de Junho de 2018, 16h46
  • Última atualização em Quinta, 21 de Junho de 2018, 19h05
  • Acessos: 455

Na região Oeste do estado do Pará, a conversão da floresta nativa em sistemas produtivos como a lavoura e a pecuária convencional está geralmente associada à degradação do solo, fazendo com que muitas áreas tenham sua capacidade de produção reduzida e que depois de alguns anos sejam abandonadas em virtude do alto nível de degradação. Estudos do INPE e da Embrapa apontam que cerca de 10 milhões de hectares de pasto estão completamente abandonados na Amazônia em virtude da degradação do solo.

Desta forma, buscar sistemas produtivos mais sustentáveis, ou seja, que promovam ganhos econômicos sem deixar gerar benefícios ecológicos e sociais tem sido um dos maiores desafios na Amazônia, haja vista a falta de conhecimento sobre os benefícios promovidos por diversos sistemas de produção. Uma espécie que vem sendo bastante utilizada na região em plantios florestais é o Cumarú, Dipteryx odorata Willd, família Fabaceae.

O Cumarú é conhecido por ser uma espécie de rápido crescimento e possuir grande valor econômico pela qualidade de sua madeira e também pela extração de óleos aromáticos de suas sementes, o qual possui é utilizado na indústria de perfumes e cosméticos. Tais características fazem da espécie uma ótima alternativa para utilização em reflorestamento e sistemas agroflorestais para pequenos produtores no município de Óbidos e região Oeste do Pará.

Diante do potencial econômico da espécie, um grupo de pesquisadores e Alunos do Laboratório de Estudos Ambientais do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará, em parceria com produtores do município de Óbidos, com a Embrapa Amazônia Oriental e a com a Universidade Federal Rural da Amazônia desenvolveram o projeto de pesquisa: Caracterização física e química de solos sob diferentes sistemas de manejo no município de Óbidos, Oeste Paraense.

Os primeiros resultados do projeto demostram que o plantio comercial de Cumarú de 10 anos apresentou qualidade visual da estrutura do solo semelhante estatisticamente a uma área de floresta natural. Além do mais, o estudo também aponta que o plantio de Cumarú favorece a abundância e diversidade da macrofauna do solo, em comparação a um sistema de pastagem adjacente.

O professor e pesquisador Alberto Brasil, coordenador do projeto, ressalta que estas informações são muito importantes, haja vista que Cumarú possui uma importância econômica muito grande e pode ser uma boa alternativa para ser utilizado tanto no reflorestamento quanto em sistemas consorciados no município de Óbidos e região. Ainda segundo o professor, o Cumarú é uma das espécies florestais mais indicadas para ser utilizada na agricultura familiar, tendo em vista as características do solo e clima do município de Óbidos.

Os primeiros resultados serão apresentados pelos alunos estagiários do IFPA Campus Óbidos no X Seminário de Iniciação Científica, Tecnológica e inovação do IFPA e posteriormente serão submetidos para publicação na revista Acta Amazônica.

 

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página